Switch Lite é a nova versão do atual console da Nintendo, confirmado nesta quarta-feira (10) pela empresa e com lançamento agendado para 20 de setembro, nos EUA, Europa e Japão. O aparelho chega por US$ 200 (cerca de R$ 752, em conversão direta e sem impostos), contra US$ 300 (R$ 1.128) do preço original. O Nintendo Switch Lite tem tela de 5,5 polegadas e resolução de 720p, abaixo do atual “padrão” de videogames modernos, como PS4 e Xbox One, que rodam jogos a 1080p, na maioria dos casos. Além disso, o dispositivo não terá controles removíveis, os Joy-Cons do Switch original, mas sim virá com comandos fixos, como se fosse um portátil tradicional. Vale lembrar que não há previsão de desembarque no Brasil.

Nintendo Switch Lite / © Megatech BR
Nintendo Switch Lite / © Megatech BR

O Switch Lite também não terá compatibilidade com qualquer TV. Ele é um portátil em todos os aspectos, pois nem mesmo saída para o cabo de TV estará no aparelho. A ideia é que, por ser ligeiramente menor, ele seja ainda mais voltado para partidas fora de casa ou em qualquer lugar, sem depender de um televisor.

Nintendo Switch Lite / © Megatech BR
Nintendo Switch Lite / © Megatech BR

Contudo, o Switch Lite também tem outras limitações: o portátil não é compatível com o Nintendo Labo, acessório de papelão da empresa, e não tem sistema de vibração, o HD Rumble. A bateria, porém, dura até 30% mais em relação ao Switch original.

O direcional digital do Switch Lite também tem uma leve mudança em relação ao original, contendo um design similar ao clássico D-Pad, em forma de cruz. O portátil chega ainda em três opções de cores: amarelo, cinza e turquesa, que se aproxima de um “verde claro”.

Nintendo Switch Lite - Pokémon Sword e Pokémon Shield / © Megatech BR
Nintendo Switch Lite – Pokémon Sword e Pokémon Shield / © Megatech BR

Para quem quiser mais uma opção, a Nintendo lançará ainda uma edição especial do Switch Lite para os jogos Pokémon Sword e Pokémon Shield. Esta versão, contudo, será lançada apenas em 8 de novembro, na cor cinza clara, com detalhes azuis e rosas nos botões.

A Nintendo esclarece que, devido às mudanças, alguns jogos terão restrições no Switch Lite. Um dos exemplos é Super Mario Party, que possui um modo de jogo que permite aproveitar partidas com dois aparelhos e quatro controles destacáveis – função que será impossível no portátil. Ainda assim, será possível conectar Joy-Cons externos, por meio de conectividade Bluetooth.

Fonte: Nintendo.

DEIXE UMA RESPOSTA