Rumores sobre os novos iPhones

0
418
Rumores sobre os novos iPhones

Desde 2012, é comum diversos rumores anteciparem com certa precisão o que a Apple irá lançar. Nem todos acabam virando realidade, mas geralmente em agosto já é possível ter uma boa noção das novidades que virão.

Este artigo pretende fazer um apanhado do que se está comentando nos bastidores, para entendermos a estratégia da Apple para este ano. Se você não gosta de spoilers e não quer saber como o próximo iPhone pode ser, evite ler o resto deste texto.

Antes de continuar, é sempre bom enfatizar que tudo ainda é especulação, baseado em informações obtidas por fornecedores e linhas de produção na China, bem como códigos encontrados no sistema. A confirmação acontecerá somente quando a Apple fizer um evento oficial de apresentação. Até lá, tudo pode mudar.

Três tamanhos diferentes

No ano passado, foi a primeira vez que a Apple lançou ao mesmo tempo três modelos diferentes do iPhone, com tamanhos diferenciados: o iPhone 8, o 8 Plus e o X. Os dois primeiros eram uma evolução natural do iPhone 7; já o último foi uma “edição especial” para comemorar os 10 anos do lançamento do celular da maçã. Ele veio bem mais caro e com design bem diferenciado (sem botão frontal, tela OLED, Face ID, tela com bordas finas, notch).

Em 2018, este design diferenciado deverá ser adotado para todos os modelos, determinando o fim definitivo do botão frontal e das telas limitadas por bordas. O Touch ID será substituído pelo reconhecimento facial e quem gosta do scanner de digitais terá que apelar para modelos antigos.

Além deste modelo premium, os rumores apontam que a Apple pode lançar uma versão menos cara, com as mesmas características de design do X, mas com tela feita da velha tecnologia LCD (a mesma do iPhone 8), para baratear a produção.

OBS: O atual iPhone X sairia de linha.

iPhone LCD

Este modelo de LCD teria muitas das características do atual iPhone X: traseira de vidro, notch, tela de ponta a ponta, Face ID e nenhum botão frontal.

Porém, ele teria algumas diferenças em relação ao X: a tela maior (cerca de 6,1 polegadas, contra as 5,8 do X), uma câmera simples (e não dupla) e as laterais de alumínio (e não de aço inox). Há quem aposte também na retirada de algumas funções já consagradas, como o 3D Touch e o carregamento sem fio, que ficariam exclusivos aos modelos mais caros. A memória RAM poderia vir com os mesmos 3GB do atual iPhone X.

Com o custo de produção bem menor que o atual X, a Apple conseguiria baixar o preço final e oferecer o modelo mais ou menos pelo mesmo valor do atual iPhone 8, o que “popularizaria” de vez a câmera TrueDepth e suas tecnologias integradas (como os Animoji, Face ID e modo Retrato na tela frontal, por exemplo).

Modelos OLED

Já os outros dois modelos seriam uma segunda geração do atual iPhone X. Um deles teria o mesmo design e tamanho, com melhoras internas (como se fosse uma versão S). O outro seguiria o conceito de “modelo Plus”, com tela maior e algumas melhorias na câmera (apesar da câmera do iPhone X já ser excelente).

Por trazerem a tecnologia OLED na tela, os preços seriam altos como o atual iPhone X.

Nomenclatura

Não há, até o momento, nenhuma pista concreta de como a Apple irá nomear os novos iPhones. No ano passado ela lançou o 8 e o “dez”, o que derrubou a lógica de chutes para este ano. É improvável que ela adote a nomenclatura “9″, pois daria a impressão de um retrocesso do X. Ao mesmo tempo, o número romano X era uma edição especial, e chamar o próximo de XS ou XI seria bizarro. Além disso, ainda ficaria a dúvida de como se chamaria a versão LCD de 6,1 polegadas.

Há anos que muitos aguardam a Apple adotar um novo esquema de nomenclatura para a linha iPhone, e em 2018 poderia finalmente acontecer isso. Simplificar para “iPhone”, sem numeração nenhuma, como já foi feito com o iPod touch e MacBooks. Há tempos também há quem aposte na denominação “Pro”, como já se faz no iPad.

Dois chips

Foram descobertos nos códigos do iOS 12 algumas referências a dois chips no mesmo iPhone. Há quem afirme que isso viria neste modelo mais barato, porém apenas para o mercado chinês, onde aparelhos compatíveis com 2 chips são um importante fator na decisão de compra.

Carregador rápido na caixa

Diversos rumores afirmam que os próximos iPhones finalmente trariam na caixa um carregador bem mais rápido, diferentes dos atuais de 5W. Com isso, os usuários não precisariam comprar acessórios extras para a recarga rápida dos aparelhos.

Estes carregadores teriam saída USB-C, com um cabo Lightning para o aparelho. Inicialmente não seriam vendidos separadamente, sendo exclusivos para quem compra os novos modelos.

Fim dos adaptadores de fone de ouvido

Quando a Apple retirou a entrada de fone de ouvido do iPhone 7, ela incluiu na caixa um adaptador para enfraquecer as reclamações naturais que surgiriam com a mudança de layout. Em 2017 ela continuou dando de presente o adaptador, mas após dois anos é bem normal ela deixar de fornecer de graça este acessório, pois supõe-se que os usuários já estejam acostumados com o fato do iPhone não aceitar mais conectores analógicos.

Então é bem provável que os novos modelos não tragam mais na caixa um adaptador de fone de ouvido analógico, e quem precisar deve ou usar um do modelo antigo ou então comprar um novo separadamente.

Estes são os principais rumores referentes aos próximos iPhones. Espera-se que os novos aparelhos sejam apresentados em setembro, como de costume, e somente neste momento poderemos saber com precisão o que a Apple realmente irá fazer. Até lá, são especulações e suposições baseadas em diversos vazamentos aqui e ali.

Apesar de rumores não serem notícia, nos últimos anos eles serviram para nos dar uma ideia prévia dos produtos finais. Será que este ano seria diferente?

DEIXE UMA RESPOSTA